Comercial (11) 2577-7899

5 tendências em infraestrutura de rede para ficar de olho em 2016

Nos últimos anos acompanhamos a expansão da web e o fato de que mais e mais tipos de aplicações e empresas dependem das redes para entregar serviços e experiências sob demanda para um público cada vez mais exigente. Hector Silva, diretor de tecnologia da Ciena para a América Latina, apresenta a seguir suas previsões sobre os temas que terão destaque em 2016, como

Conheça O Setor Tecnologia Da Informação Que Deve Ter 1,7 Milhões De Empregados Em 2016.

Segundo a consultoria Catho, de janeiro a junho deste ano, o número de vagas no setor deTecnologia da Informação (TI) aumentou 44,2%. Só em junho, foram abertas 10.105 vagas, 3.640 a mais do que junho do ano passado. Dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostram que o mercado nacional emprega, atualmente, 1,3 milhão de

Gastos com cloud pública movimentarão US$ 141 bilhões em 2019

Os gastos globais com serviços públicos de computação em nuvem atingirão US$ 141 bilhões em 2019. O número projetado pela IDC indica um crescimento anual composto da ordem de 19,4% e mais do que dobra o mercado atual, estimado em US$ 70 bilhões, em 2015. A taxa de evolução no período ficará seis vezes acima do restante do mercado de TI, estimado pela consultoria. Software como

Tecnologia da informação é aposta de mercado para 2016

O setor de TI foi um entre os poucos que conseguiram crescer durante o atual momento econômico e, segundo o Guia Salarial de 2016, da consultoria Robert Half, a demanda por profissionais será alta durante o próximo ano. O que reafirma a pesquisa são os números do Senac Ribeirão Preto. Somente em 2015, mais de 22 mil pessoas foram atendidas pela unidade na área de tecnologia da

Mercado de TI segue aquecido diante da crise

“A Tecnologia da Informação – TI é um pilar, e não mais um acessório. É um item estratégico e necessário”. Esta é a afirmação do coordenador dos cursos de TI do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê, prof. Felipe Soares. Na perspectiva dele, a área da tecnologia anda na contramão e vem crescendo e exigindo mais profissionalização de pessoal, mesmo com a atual crise

Microsoft doa US$ 1 bi em recursos de nuvem

A Microsoft Philanthropies doará US$ 1 bilhão em serviços de cloud, calculados pelo valor de mercado, para contribuir para organizações sem fins lucrativos e pesquisadores acadêmicos nos próximos três anos. O compromisso tem o objetivo de assegurar que a nuvem beneficie as pessoas de uma maneira mais ampla, ao proporcionar recursos adicionais de nuvem para organizações sem fins

81% das empresas planejam adotar cloud híbrida em 2016

Para ganhar flexibilidade e reduzir custos, a maioria das empresas está migrando para um ambiente de nuvem híbrida, segundo os resultados de sua segunda pesquisa anual sobre tendências em entrega de aplicações em ambiente distribuído da F5 Networks. Entre os mais de 3 mil respondentes, alguns deles do Brasil, 81% pretendem migrar operações para soluções de nuvem híbridas em 2016. Um

Como é feita a classificação TIER nos Data Centers e quais as diferenças ?

Assim como grande parte dos serviços oferecidos no mercado, Data Centers também possuem uma classificação própria que indica o quão preparados eles estão para lidar com problemas e quão sólidas são suas infra-estruturas. Chamado de "Tier" (literalmente, "camada" em inglês), o padrão mundial de classificação foi criado especialmente para Data Centers pelo consórcio Uptime Institute