Comercial (11) 2577-7899

Para Claudio Raupp, presidente da HP Brasil há espaço para crescer em linha com as demandas dos usuários mais modernos

O ano de 2019 estabeleceu um marco importante para a HP nas unidades de impressão e pequenos negócios. Mesmo com todos os já conhecidos avanços do digital, Claudio Raupp (foto), presidente da HP Brasil, indica que os últimos meses foram positivos para a empresa e que os negócios seguem em expansão, com crescimento de dois dígitos nas vendas.

“Neste ano, complementamos nosso portfólio para computação pessoal, pequenas empresas e impressão, atendendo às necessidades diversas dos nossos clientes. Temos um portfólio completo de impressoras, até mesmo as gerenciáveis de grande porte, passando por todo tipo de consumidor, de alto volume, colorido, até multifuncional e laser de tanque de toner”, detalhou o executivo.

Um dos exemplos de novidades citados por ele foi a HP NeverStop Laser, primeira impressora com tanque de toner do mercado. O modelo, que tem autonomia para imprimir 2,5 mil páginas, funciona a laser e, ao introduzir o conceito de um reservatório de toner, garante o processo de reabastecimento em apenas 15 segundos.

Com o investimento em um portfólio completo, a proposta da HP é dominar o já maduro setor de impressão no Brasil. Apesar disso, o mercado mostra sinais de ligeiro crescimento. A IDC Brasil divulgou em outubro deste ano o estudo IDC Brazil Quarterly Hardcopy Tracker Q2/2019, apontando um crescimento de 3,3% no mercado de impressão no Brasil no segundo trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018.

Nos meses de abril, maio e junho deste ano foram vendidas 656.537 impressoras e multifuncionais. Deste total, 261.556 (39,8%) foram impressoras cartucho de tinta, 260.353 (39,7%) foram tanque de tinta, 133.178 (20,3%) modelos a laser e 1.448 (0,2%) impressoras matriciais.

Segundo a consultoria, o resultado se deu, principalmente, por três fatores: fabricantes começaram o novo ano fiscal em abril com mudanças na presidência ou nas estratégias, além de novos desafios de crescimento, investimentos em equipe e lançamentos de produtos; o potencial dos equipamentos Inkjet (tecnologias tanque e cartucho de tinta) foi explorado com foco em pequenas empresas (até cem colaboradores); e o número de projetos e licitações foi acima do esperado para o período, adiantando propostas que estavam previstas para o segundo semestre de 2019.

A forte aposta da HP para garantir fatia significativa desse mercado, de acordo com Raupp, é a inovação. “Entre nossos desafios está o fato de gerarmos acessibilidade aos jovens, dando a eles a oportunidade de imprimir o que circula no mundo digital. Um exemplo, é a impressão via smartphone”, comentou.

Nos próximos meses, a empresa buscará fortalecer também seus negócios de impressão 3D e microfluídos, que podem contribuir sobremaneira, por exemplo, com o setor de saúde, ao imprimir peles sintéticas e outros elementos fundamentais para a prática médica.

Déborah Oliveira

Fonte: https://www.itforum365.com.br/impressoras-em-alta-hp-acredita-em-expansao-pautada-em-inovacao/

Compartilhar está publicação