Comercial (11) 2577-7899

Companhia captou US$ 18,1 bilhões abril e junho, valor acima dos US$ 17,7 bilhões esperados; foco está na computação em nuvem

IBM divulgou na última segunda (20) os resultados financeiros do segundo trimestre, que ficaram acima dos esperados. No período, a empresa registrou US$ 18,1 bilhões em receita e preço por ação de US$ 2,18, acima das estimativas da empresa de análise  Refinitiv (US$ 17,7 bilhões e US$ 2,07, respectivamente).

A empresa não saiu ilesa à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com o balanço financeiro, o lucro líquido ficou em US$ 1,3 bilhão, 46% a menos do que o registrado no trimestre de 2019. Porém, as margens brutas de três de suas cinco unidades ficaram melhores do que o estimado, o que indica uma retomada positiva durante o pós-pandemia.

A receita da vertical Global Technology Services ficou em  US$ 6,3 bilhões,  queda de quase 8% ano a ano, porém acima dos US$ 6,2 bilhões projetados pela FactSet. A diminuição da receita, de acordo com a empresa, aconteceu devido às dificuldades enfrentadas por clientes de áreas como varejo, automobilismo, bens de consumo e transporte.

Já a divisão Cloud and Cognitive Software, que também inclui o desempenho da Red Hat, gerou US$ 5,75 milhões em receita, aumento de 3%. Isolando apenas os resultados da Red Hat, a subsidiária obteve US$ 1 bilhão – aumento de    17% – , apesar de a taxa de crescimento ter ficado 18% menor do que a do primeiro trimeste.

Por fim, o segmento que gerou números positivos foi o Global Business Services: receita de US$ 3,8 bilhões, uma queda de 7% .

Ao final do dia, os papéis da marca registraram alta de 6%.

Fonte: https://computerworld.com.br/2020/07/21/ibm-fecha-segundo-trimestre-com-receita-acima-do-esperado/

Compartilhar está publicação