Comercial (11) 2577-7899

Linha PowerEdge traz 3ª geração de processadores AMD EPYC 7763, pronta para novas exigências de performance do mundo digital

As incertezas do cenário global, ameaçado pela pandemia em 2020, não frearam a Dell Technologies, que prosseguiu mergulhada na renovação do seu portfólio de servidores Dell EMC PowerEdge na plataforma AMD EPYC 7763, de 3ª geração. De acordo com a AMD, é o processador de servidor de mais alto desempenho do mundo.

Anunciadas em março, as novas máquinas ampliam o alcance da líder em servidores, armazenamento, sistemas integrados e serviços de TI em variadas frentes, ao potencializar a eficiência das áreas de TI e de negócios das empresas, derrubando os limites das cargas de trabalho, com resultados mais rápidos e competitivos.

A boa notícia para o mercado brasileiro é que dois entre os novos modelos, os servidores R6525 e R7525, serão manufaturados no país, na fábrica da Dell em Hortolândia (SP), o que possibilita preços mais atraentes. Em um cenário de recuperação econômica, é mais um ponto para a fabricante, que contribui para a democratização de tecnologia de ponta.

“Neste momento, somos a única empresa que trouxe fabricação local com servidores AMD de 3ª geração. Os novos processadores da série AMD EPYC 7003 ajudam os clientes de HPC (computação de alto desempenho), Inteligência Artificial e Big Data (análise de dados), nuvem híbrida e empresas a fazerem mais, mais rápido, oferecendo o melhor desempenho de servidor”, relata Raymundo Peixoto, vice-presidente Sênior de Data Center da Dell Technologies na América Latina.

O grande desafio hoje é atender às novas necessidades de negócio em um mundo transformado pelo digital, em que a velocidade é cada vez mais premente no dia a dia de empresas e consumidores. Como? Com inovação, responde o executivo.

“Nossos clientes precisam de flexibilização da jornada de trabalho, análise da avalanche de dados, inteligência artificial (IA), para ganhar vantagem competitiva. Esse é um movimento alinhado aos processadores da AMD. Assim, dobramos a performance e a memória para suportar todas as atuais demandas”, diz Peixoto.

Ela acrescenta que por meio do Dell EMC OpenManage Enterprise, os servidores PowerEdge e a gestão de sistemas são capazes de proporcionar economia de tempo de até 85%, eliminando muitas etapas de automação.

Alta tecnologia

Na avaliação de Alfredo Heiss, especialista de Tecnologia da AMD no Brasil, a união de forças entre Dell e AMD proporciona inúmeros avanços no mercado como mais rendimento de computação, com tempo de descoberta mais rápido com mais I/O e rendimento de memória.

“Evoluímos muito a nossa tecnologia para sairmos à frente. Nossos processadores possuem até 64 núcleos Zen 3, por exemplo. São poderosos e oferecem até o dobro do desempenho para cargas de trabalho HPC em comparação com a concorrência”, diz.


Sem contar, ele prossegue, que a 3ª geração de processadores acelera os recursos de processamento de dados em até 60% em bancos de dados Hadoop de Big Data, acelerando o tempo para insights. “Isso é uma grande vantagem competitiva no mundo digital.”

Preparados para atender às altas demandas que irão surgir impulsionadas pelo Edge Computing, os novos servidores Dell estão prontos para computação de borda, equipando com alta tecnologia grandes e pequenas estruturas de data center em território nacional.

Um salto na segurança

Os processadores AMD EPYC de 3ª geração também incluem recursos de segurança modernos por meio do AMD Infinity Guard, suportando um novo chamado Secure Encrypted Virtualization-Secure Nested Paging (SEV-SNP), que expande os recursos SEV existentes em processadores EPYC.

Segundo a Dell, o SEV-SNP possui fortes mecanismos de proteção de integridade de memória, que prometem ajudar a prevenir ataques maliciosos baseados em hipervisor criando um ambiente de execução isolado. Todos esses recursos e capacidades se combinam para ajudar a acelerar o tempo e melhorar resultados de negócios.

“Essa tecnologia possui proteção da integridade da memória para ajudar a prevenir ataques maliciosos baseados em hipervisor, permitindo isolar um servidor, por exemplo, para protegê-lo de ataques cibernéticos, que têm crescido no mundo todo”, alerta Heiss.

“A segurança em nossos servidores foi pensada desde o início, na prancheta, por isso ela é totalmente integrada ao servidor. Posso dizer que todos esses avanços tecnológicos tornaram nosso portfólio mais habilitado para IA, altas cargas de trabalho e alta performance, ao mesmo tempo em que proporciona uma base segura”, diz Peixoto.

“Os servidores PowerEdge estão prontos para permitir às organizações responderem mais rapidamente às suas necessidades, ampliarem a competitividade e anteciparem o futuro do negócio”, finaliza o executivo.

Por Dell

Matéria fonte: https://computerworld.com.br/brandpost/dell-e-amd-antecipam-futuro-com-servidores-de-alto-processamento/

Compartilhar está publicação