Comercial (11) 2577-7899

Nova versão do Chrome também traz correções para 37 falhas de segurança

Google lançou a versão 90 do Chrome, trazendo uma atualização de privacidade que adiciona HTTPS automaticamente a um URL quando está disponível, anunciada em fevereiro pela empresa.

O Chrome 90 inclui 37 correções de segurança. Pesquisadores externos relataram seis problemas de gravidade alta, 10 falhas de gravidade média e três falhas de gravidade baixa.

A grande novidade do lançamento, no entanto, está por conta do recurso HTTPS. O Google está testando o recurso HTTPS nas visualizações do Chrome 90 nos canais Canary e Beta. Adicionalmente, o Chrome 90 bloqueia downloads de fontes HTTP se o URL da página for HTTPS.

O padrão HTTPS deve ajudar quando os usuários digitam “example.com” em vez de “https://example.com”. Anteriormente, o Chrome usava http:// como protocolo padrão, mas agora o padrão é https://, de acordo com a empresa em postagem no blog em março. Além disso, o recurso deve acelerar o carregamento da página, uma vez que o Chrome se conecta diretamente ao endpoint HTTPS sem precisar ser redirecionado de http:// para https://.

O Chrome 90 também traz os primeiros controles “liga/desliga” para o Privacy Sandbox do Google, que inclui como parte de seu design a polêmica substituição do identificador FLoC do Google para cookies de terceiros que os navegadores rivais Brave e Vivaldi desativaram.

“Com o lançamento do Chrome 90 em abril, lançaremos os primeiros controles para o Privacy Sandbox (primeiro, um simples ligar/desligar) e planejamos expandir esses controles em versões futuras do Chrome, à medida que mais propostas chegarem à origem fase de teste, e recebermos mais feedback dos usuários finais e da indústria”, anunciou o Google em janeiro.

Esta versão do Chrome também vem com o codificador AV1 com melhor suporte para aplicativos de videoconferência WebRTC, como Duo, Meet e Webex. O Google observa que o AV1 oferece melhores recursos de compartilhamento de tela do que o VP9 e outros codecs. Ele também permite vídeo para usuários em redes de baixa largura de banda, por exemplo, a 30 kbps e menos.

Fonte: https://computerworld.com.br/seguranca/chrome-90-chega-com-novos-recursos-de-privacidade-e-https-por-padrao/

Compartilhar está publicação