Comercial (11) 2577-7899

Embora sejam necessárias, atualizações de segurança nem sempre são a prioridade dos usuários — seja por não quererem interromper o trabalho ou pela tarefa ser considerada cansativa. Segundo uma pesquisa da Kaspersky, somente 42% realizam o processo assim que ela está disponível, o que resulta em muito aparelhos permanecendo suscetíveis a ataques de malware.

Através da campanha “Dor de Cabeça”, a empresa detectou que nosso país é o campeão entre aqueles que preferem adiar a instalação de novas versões de softwares. O Chile lidera a lista dos que mais fazem a atualização assim que ela está disponível (54%), seguido pela Argentina (52%), Peru (48%) e México (43%).

Imagem: Divulgação/Kaspersky

Dmitry Bestuzhev, diretor da Equipe de Pesquisa e Análise da Kaspersky na América Latina, reconhece que atualizações nem sempre surgem em momentos convenientes, mas reforça a importância delas. “Se o dispositivo não for atualizado por muito tempo, ele estará cada vez mais exposto a invasões. Os desenvolvedores corrigem estas vulnerabilidades com atualizações, mas se elas não forem instaladas pelas pessoas, o sistema permanecerá vulnerável”, afirmou.

Principais motivos para adiar uma atualização

  • 33% – Estar ocupado no trabalho;
  • 23% – Não querer interromper o uso do dispositivo;
  • 20% – Não querer fechar o programa/aplicativo utilizado.

Segundo a pesquisa revela, 71% dos brasileiros não enxergam os riscos envolvidos em adiar atualizações de segurança para seus dispositivos. Como brechas de segurança novas são descobertas a cada dia e criminosos possuem redes de compartilhamento de informações eficientes, isso significa correr riscos desnecessários que podem causar bastante prejuízo tanto no nível pessoal quanto ao seu trabalho.

Em outra análise conduzida pela Kaspersky, a empresa de segurança detectou que usuários comuns são o principal ponto de entrada para malwares chegarem a empresas. No momento em que o Home Office se torna mais necessário, manter aparelhos atualizados e proteções de segurança ativas é cada vez mais essencial para evitar ser vítima da ação de criminosos.

Fonte: https://canaltech.com.br/seguranca/brasileiros-sao-os-que-mais-adiam-atualizacoes-de-seguranca-na-america-latina-186158/

Compartilhar está publicação