Comercial (11) 2577-7899

Kaspersky identificou centenas de tentativas de infecção de computadores por meio de malware disfarçados de nova versão do Windows

Windows 11

Microsoft apresentou a nova versão de seu sistema operacional, o, no último dia 24 de junho, que já está disponível para download e compra antecipada. Mesmo com lançamento previsto para desktops apenas no fim do ano, o novo sistema operacional já virou alvo de cibercriminosos para disseminar malware, conforme informou a Kaspersky nesta terça-feira (27).

Após um mês do lançamento, os especialistas da empresa de segurança identificaram e impediram 850 tentativas de infectar computadores de usuários por meio de malware disfarçados de nova versão do Windows. O que chamou atenção é a variedade de técnicas empregadas pelos criminosos. Os ataques vão desde downloads e adwares (considerados inofensivos) a trojansbackdoors e trojans-ladrões utilizados para roubar dados pessoais, como senhas e cookies de navegadores.

Dentre as ameaças identificadas pela Kaspersky, o destaque ficou por conta de um malware com 1,75 GB de tamanho, o que levava a vítima a achar que se tratava realmente de um instalador de um sistema operacional e “permitir” a invasão. Uma vez aberto, o instalador simulava um assistente de instalação normal do Windows, enquanto na verdade seu objetivo é executar um segundo instalador com o programa malicioso.

Um exemplo de um falso instalador do Windows 11 (Fonte: Kaspersky)

“O novo sistema operacional Windows 11 é um grande lançamento que atrai o interesse de muitos usuários e entusiastas de tecnologia. Entendendo esta demanda, os cibercriminosos se adaptaram rapidamente, espalhando várias formas de malware disfarçadas como o novo sistema operacional”, ponderou Anton V. Ivanov, especialista em segurança da Kaspersky.

Como estão ansiosos para experimentar o novo sistema operacional, muitas usuários não prestam atenção ao processo de instalação e acabam baixando arquivos suspeitos. Para evitar cair em armadilhas de arquivos maliciosos que imitam o Windows 11, Kaspersky recomenda que os internautas duvidem de notícias ou ofertas generosas relacionadas ao novo sistema operacional.

O ideal é verificar sempre a autenticidade dos websites visitados e fazer somente download de sistemas operacionais de lojas oficiais. Por fim, a dica é utilizar uma solução de segurança confiável para uma proteção efetiva contra ameaças.

Fonte: https://itforum.com.br/noticias/instaladores-simulam-windows-11-e-infectam-computadores-com-malwares/

Compartilhar está publicação