Comercial (11) 2577-7899

A técnica de resfriamento líquido permite que o calor de alto grau gerado possa ser reutilizado, monetizado ou até mesmo aproveitado para produzir eletricidade

Intel e Submer desenvolvem resfriamento de Data Center por imersão

A Intel e a Submer anunciaram uma colaboração para desenvolvimento conjunto da Nuvem fluida de resfriamento por imersão de precisão para uso em Data Centers de próxima geração. O projeto está usando placas de servidor baseadas em processadores Intel Xeon e a técnica de resfriamento de precisão da Submer para demonstrar a reutilização de calor residual de alto grau gerado por elementos de computação em Data Centers. A colaboração ajudará a acelerar os padrões da indústria para a adoção do resfriamento por imersão.

“Inovações recentes em técnicas de resfriamento por imersão estão ajudando a melhorar significativamente a eficiência energética dos Data Centers e permitindo que as organizações atendam seus objetivos de sustentabilidade. Nossa colaboração com a Submer nos permitirá abordar todos os estágios da cadeia de valor de resfriamento por imersão e oferecer uma solução sustentável, que fará a diferença para nossos clientes mútuos”, disse Mohan Kumar, Intel Fellow de Data Center e AI Group da Intel.

 Intel2 300x169

Segundo informações, os gerentes de Data Centers estão cada vez mais procurando maneiras de implementar projetos mais verdes e sustentáveis. Ao adotar técnicas de resfriamento por imersão, os gerentes de Data Center podem ajudar a garantir que sua infraestrutura seja capaz de resolver os desafios de hoje e potencializar os casos de uso futuros. Diretrizes de toda a indústria sobre as melhores práticas para o uso de tecnologia de imersão são vitais à medida que o uso aumenta.

O calor é considerado um fardo nas implementações atuais de resfriamento do Data Center. Ele é removido e descartado, mas com um processo que impacta o meio ambiente e seus custos operacionais. O conceito de Nuvem fluida de resfriamento por imersão de precisão usa resfriamento líquido para atingir o próximo nível de eficiência e densidade, com o objetivo de remodelar o uso de térmicas de TI integrando uma arquitetura de resfriamento de imersão de precisão dentro de cada nó. Essa abordagem ajuda a garantir que o calor de alto grau gerado possa ser facilmente reutilizado, monetizado ou até mesmo aproveitado para produzir eletricidade, garantindo uma temperatura operacional ideal para os processadores e outros componentes. Essa abordagem acabará por levar à eliminação dos custos de resfriamento e de melhorias no custo total de operações sem precedentes, que convertem a carga de resfriamento atual em um benefício.

“Ao embarcarmos juntos em uma missão conjunta para remodelar a forma como a indústria opera atualmente, estamos estabelecendo as bases para que OEMs e operadoras de servidores tenham um roteiro claro para transformar a indústria de Data Center e atingir uma pegada operacional significativamente reduzida”, disse Daniel Pope, cofundador e CEO da Submer.

Além da experiência tecnológica que a Intel e a Submer trazem para este projeto, a orientação de um consórcio de líderes da indústria ajudará a construir uma cadeia de suprimentos para dimensionar a tecnologia para garantir que os Data Centers estejam equipados para fornecer uma nova geração de infraestrutura sustentável. Como parte da colaboração, a Intel concentrará esforços em uma oferta de padrão aberto que suporte implementações escalonáveis ​​de Data Center da Nuvem à Borda e trabalhará com as indústrias, que implementarão essas soluções. A Intel tem experiência na criação de ecossistemas escaláveis ​​por meio de sua rede de parceiros globais, o que é crucial para garantir que os sistemas sejam compatíveis com materiais de servidor padrão e atendam às necessidades de uma indústria global.

O trabalho da Intel com o Submer baseia-se na iniciativa RISE da Intel e nas metas para 2030, que incluem o papel da empresa como líder global em sustentabilidade e abordagem das mudanças climáticas com a tecnologia Intel.

Serviço
www.intel.com

Matéria fonte: https://inforchannel.com.br/2021/08/25/intel-e-submer-desenvolvem-resfriamento-de-data-center-por-imersao/

Compartilhar está publicação