Comercial (11) 2577-7899

Se você já experimentou o Windows 11 e, por algum motivo, deseja voltar ao seu antecessor, o tempo é fundamental; Veja o que fazer

windows-11

Então, você instalou o Windows 11, chutou os pneus proverbiais e deu uma volta – e agora você quer retornar ao conhecido e confiável Windows 10 até que a poeira do novo sistema operacional assente. Você pode desinstalá-lo sem ter que reinstalar o sistema operacional antigo do zero?

A resposta depende de há quanto tempo você instalou o Windows 11 e como o fez.

Vamos supor primeiro que você não usou o programa Insider para obter o Windows 11. (E você não ajustou seu registro para contornar manualmente qualquer bloco de hardware.) Em vez disso, foi oferecida a você a atualização porque seu PC tinha o processador certo, chip TPM e outros itens necessários.

Em caso afirmativo, e não se passaram mais de 10 dias desde que você instalou o Windows 11, você pode ir para Configurações> Sistema> Recuperação e escolher “Voltar”.

Isso reverterá seu computador para a versão do Windows 10 que você tinha antes de instalar o Windows 11. Você será questionado se deseja verificar primeiro se há atualizações para o Windows 11; recuse e siga o assistente para retornar ao Windows 10.

Reinicie e está tudo pronto.

E se você não tinha a intenção de instalar o Windows 11 e pausou no meio da instalação? Se você estiver no ponto em que o sistema operacional está solicitando que você reinicie para concluir a mudança para o Windows 11, é mais seguro reiniciar, concluir a instalação e seguir as orientações acima para reverter para o Windows 10.

Observação: o Windows 11 deve apenas oferecer a você o lançamento de um novo recurso, não deve ser instalado automaticamente; você deve escolher especificamente instalá-lo. Dito isso, eu já ouvi falar de pelo menos uma pessoa que disse que simplesmente clicou em “verificar se há atualizações” e a instalação começou. Já vi isso acontecer às vezes quando um software de segurança de terceiros fazia seleções que o usuário não pretendia. Em minha própria experiência, isso não aconteceu. Mesmo assim, recomendo fortemente que você nunca clique em “verificar se há atualizações” em um computador não gerenciado quando não tiver certeza se tomou alguma medida para adiar ou bloquear as atualizações.

“Não gerenciado” é definido pela Microsoft como não sendo gerenciado por uma ferramenta de patch como WSUS, SCCM, Intune ou outras plataformas de patch de terceiros. (Se de alguma forma você acabou com o Windows 11 sem concordar em instalá-lo, adoraria ouvir sobre isso nos fóruns Askwoody.)

Para evitar a atualização inadvertida para o Windows 11, lembre-se de que, se você instalou as atualizações cumulativas de setembro (ou posterior), a configuração TargetReleaseVersion agora oferece uma nova maneira de definir qual versão do sistema operacional você deseja. Se você tiver uma política de grupo no Windows 10 Professional, vá até Configuração do Computador> Modelos Administrativos> Componentes do Windows> Atualização do Windows> Atualização do Windows para empresas. Procure por “Selecione a versão de atualização de recurso de destino”. Clique para ativá-lo e digite Windows 10 na caixa “Para qual produto Windows você gostaria de receber atualizações de recursos? Por exemplo. Windows 10.” (Se você estiver na versão Home do Windows 10, poderá usar o método da chave de registro para fazer o mesmo.)

O usuário pode definir qual versão do sistema operacional deseja usando a configuração TargetReleaseVersion (Reprodução/Computerworld)

Se você estiver usando Windows 11 há menos de 10 dias, pode consultar quanto tempo ainda tem para desinstalá-lo, consultando o valor. Em um prompt de comando (digite cmd, clique com o botão direito do mouse e clique em executar como administrador), você pode verificar o valor da configuração da janela de desinstalação usando este comando DISM:

DISM / Online / Get-OSUninstallWindow

Se você não fez nenhuma alteração nos padrões, este valor será 10. Se desejar que seja mais longo, use o seguinte comando e defina o valor como mais de 2 dias e menos de 60 dias.

DISM / Online / Set-OSUninstallWindow / Value: [dias]

Estender esse número para além de 10 dias dá a você mais tempo para avaliar o Windows 11. Apenas anote quando o período vai terminar para que você possa reverter para o Windows 10 facilmente. Também é importante lembrar que a versão anterior será salva em um arquivo chamado windows.old, portanto, não exclua esse arquivo. Como geralmente é um arquivo grande, ele será sinalizado por qualquer programa de tamanho de arquivo.

Se já passaram mais do que o padrão de 10 dias e você não tem mais a opção de reverter para o Windows 10, você tem duas opções: Você pode permanecer no Windows 11 ou reinstalar o Windows 10. Se você continuar com o Windows 11, talvez queira instalar as atualizações opcionais não relacionadas à segurança de final do mês, já que a Microsoft fará correções de forma acelerada por algumas semanas.

Se você descobrir que há algum problema com o qual não consegue conviver – e não tem ideia de quando será consertado – sua única outra opção é fazer uma instalação limpa do Windows 10. (Porque você ainda tem uma licença digital para o Windows 10 ou Windows 11, então você não precisa se preocupar em encontrar uma chave de produto que provavelmente não encontrará mais.)

Primeiro, certifique-se de ter um backup completo de seus dados, pois a instalação será feita em cima dos dados existentes. Você pode baixar a mídia .iso do Windows 10 no site de downloads do Windows 10 e, em seguida, configurar o computador para inicializar a partir da unidade flash. Normalmente, acho que esta é a parte mais difícil do processo – encontrar a combinação de teclas que permite que você entre no BIOS para forçar o sistema a inicializar a partir da unidade flash.

Assim que encontrar o arquivo .iso do Windows 10, seu PC irá instalar o Windows 10. Em seguida, você vai querer ir para o Gerenciador de Dispositivos (clique em pesquisar e digite “gerenciador de dispositivos” para acessá-lo). Procure por qualquer hardware que tenha pontos de exclamação – um sinal de que algum driver está faltando. Se você não encontrar drivers, recomendo que evite buscas aleatórias online por drivers ausentes; acesse o site do fabricante e encontre os drivers lá. A maioria dos fornecedores permite que você escaneie o sistema do computador ou procure seu modelo exato para permitir que você instale os drivers de que precisa.

Na maioria das vezes, qualquer driver de dispositivo ausente será adicionado após a instalação da placa-mãe ou das atualizações de firmware. Se você construiu seu próprio computador anos atrás, provavelmente colocou os drivers de que precisava em uma unidade ou unidade flash salva apenas para esse propósito.

Susan Bradley, Computerworld

Fonte: https://computerworld.com.br/plataformas/como-se-livrar-do-windows-11-e-reverte-lo-para-o-windows-10/

Compartilhar está publicação